terça-feira, 23 de agosto de 2011

Médica prega 'muro com HIV' para evitar que os bandidos entrem


Médica alega que não aguenta mais ser assaltada
Vítima de dois furtos nas últimas semanas, uma médica de Brasília chocou os vizinhos ao pregar no portão cartaz com os dizeres "muro com sangue HIV +, não pule", acompanhado de manchas cor de sangue e seringas amarradas ao muro com as pontas viradas para cima.
A casa da médica foi alvo de dois pequenos furtos, diz Barbieri. Há dez dias, um cortador de grama foi roubado, mas recuperado na sequência pela segurança do condomínio. Depois do incidente, uma TV foi levada. A síndica admite que são registrados pequenos furtos, mas diz que as ocorrências são "pouquíssimas para o tamanho do condomínio".  A médica em declarações, disse que trabalha em um hospital público de Paranoá, e que foi onde conseguiu as mostras do vírus que afirma ter colocado nas seringas.

Diante de tal noticia dei primeiro uma risada (meu humor negro sobrevive ao H)....Depois diante da repercussão na mídia e pensando melhor sobre tal INSANIDADE dessa senhora, é que resolvi escrever...

Até entendo a indignação da mesma diante da INSEGURANÇA e IMPUNIDADE ao qual todos estamos vivendo nesse pais. Acredito até que tal ato tenha se dado mais por um PROTESTO no sentido de chamar atenção mas dai a usar-se da Aids para isso foi longe demais...

Simplesmente ridículo, ainda mais se tratando de uma médica. Ela deveria ser apresentada a novíssimas tecnologias na área de segurança patrimonial, como exemplo: Cameras de Segurança, cerca eletrica, alarme. E por ser médica não saber que o virus não sobrevive nem 1 minuto fora do corpo em ambiente não controlado...

Mexer numa ferida aberta dessas chega a ser desumano. Estigmatizar ainda mais a pessoa vivendo com HIV a uma arma ambulante.

Sera que o cortador de gramas e tv de plasma roubados valem o preço da exposição/associação que ela fez de centenas...milhares de pessoas lutando dia-a-dia pela sobrevivência?? 
Essa foi a ETICA que ela aprendeu na faculdade?

Não tem nada a ver com insegurança, é prepotência de alguém que se imagina um ser à parte na criação, e que do alto da sua arrogância se imagina imune às desgraças que podem acometer qualquer ser humano.

Tomara que no futuro quanto os filhos dela a levarem a um abrigo de idosos os donos não afixem na portaria: não aceitamos idosos com câncer, mal de parkison, diabetes, hipertensão ou qualquer coisa assim.


5 comentários:

  1. MEU DEUS QUE COISA HORROROSA... QUE DOIDA!!!!

    ResponderExcluir
  2. Pra vc ver o grau de pavor que o HIV ainda é capaz de causar..Ao ponto de ser usado como arma de protesto, ou seria arma contra a vida?! Só faltou ela pregar um outro cartaz: AIDS MATA

    ResponderExcluir
  3. Espero que essa vagabunda tenha seu CRM cassado. Como uma pessoa, médica, estudada, pode ter a insanidade de fazer uma ação dessas?

    Essa coitada ( se é que posso designar outra palavra) é um lixo humano.

    Lamentável esse tipo de atitude.

    ResponderExcluir