segunda-feira, 8 de agosto de 2011

MARGINALIZAÇÂO do GAY x AIDS

Recente divulgação da OMS aponta que 1 a cada 10 gays ou bissexuais tem HIV e que homossexuais tem 20% maior chance de contrair o vírus da Aids. Eu sendo GAY e Soropositivo entrei numa profunda reflexão acerca desse tema. De como o assunto GAY + AIDS estão ainda tão atrelados.

Meu relato pessoal apontaria ao acerto da informação acima, mais tbm aponta a MARGINALIZAÇÃO do GAY como proximidade para tais índices.

Acredito que INFORMAÇÃO não seja o problema como foi em meados dos anos 80. Hoje, com a Internet, livros, filmes e maior divulgação da AIDS todos já entendem a forma como se pega e seus riscos não é mesmo!! 

Nós GAYs carregamos muito estigma e uma vida tida como promiscua por parte da sociedade. No entanto, desde cedo carregamos conflitos demais pela nossa inclinação ao desejo pelo semelhante. No inicio, nos sentindo sozinhos nesse mundo, observando esteriotipos super criticados, condenados pelo nosso grupo de convívio. O medo de ser a "aberração" da família, da humanidade nos faz reprimir durante muito tempo o natural desejo por outro homem e quando descobrimos que não estamos sozinhos nisso e que há um núcleo, um pequeno núcleo que compartilham dos mesmos DESEJOS/SENSAÇÕES/PENSAMENTOS é que INSTINTIVAMENTE passamos a procura-los denominando a CAÇA.

Passamos ou nos tornamos SUBVERSIVOs já que a família fica em cima, a sociedade fica em cima, a religião fica em cima que passamos a viver num SUB-MUNDO onde a LIBERTAÇÃO SEXUAL muitas vezes vem como afirmação dessa nossa identidade, e claro também pra saciar nosso desejo tão reprimido.

Minha vida sexual homossexual começou aos 14 anos onde ser gay era quase que ser criminoso, sujo, pecaminoso, uma coisa feia e vergonhosa.  Era como se a cada vez que eu "trepava" na surdina com um primo, vizinho ou coleguinha eu pudesse ser "descoberto" e condenado.

Então, o meu desejo foi levado... meu desejo foi ensinado a se manifestar somente em situações ligadas à marginalidade: Noite! Escuro! Escondidos! Levei tempos pra entender pq o sexo comigo teria (no inicio) que necessariamente ser as escuras, chegando a brochar se fosse as claras.

Minha prática sexual (como a de muitos gays) passava a se manifestar nos barzinhos, becos escuros, ou ao apagar das luzes de casa.. Os tipos de caras sendo sempre me ligando aquele ambiente, submundo...surdina..

O gay é educado pra ser marginal e não mocinho. Eu, cresci descobrindo e praticando minha identidade sexual a margem do que julgam ser certo. Não vou longe em dizer pq a droga e o gay se ligam tbm em algum momento, neh!

Assim como o banheirão, cinemões, saunas e lugares do tipo que foram redutos assíduo frequentados nas décadas de 60, 70, 80.
A AIDS chegou e pegou essa geração que já se preparava pra UMA FIRMAÇÃO dessa orientação sexual perante a sociedade. E infelizmente regredimos e voltamos a linha de marginalização que perdura até os dias de hoje.

Voltamos todo o processo de CULPA inicial engrossando as falas dos religiosos e da sociedade contrária ao gay. Dai a AIDS não trazer o sentimento da solidariedade , e sim um cego e grande PRECONCEITO..

Hoje, ainda somos limitados a boates gls, salas de bate papo e lugares que nos levam a estar a margem sempre, como minorias, excessões, grupos...Ensinam-nos a procurar o tal núcleo, onde somente neles seremos aceitos e viveremos "felizes para sempre".

 






3 comentários:

  1. Concordo plenamente! Gostei do site Intercine Gay que voce idicou. É lamentavel você ter que mudar seu comportamento com seu namorado (e vice-versa)em função de serem homossexuais. Mas é o que vivemos, né?! Espero viver pra ver um mundo mais humano, ou mais animal... não sei nem qual dessas palavras é melhor pra simbolizar respeito ao próximo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Espero q o mundo melhor vença..rsrs
    Mas apesar dos pesares estamos conseguindo importantes mudanças pra melhor, pena q a passos de tartaruga, mas....
    Abçs

    ResponderExcluir
  3. Este Blog é mesmo portugues?
    Ou é mais um PT-br???
    O dono é portugues?
    Gostaria de saber

    ResponderExcluir