sexta-feira, 15 de julho de 2011

MUTANTE "h"...

Lendo na internet sobre o vírus HIV, fiquei impressionado pela MUTAÇÃO a  qual o vírus passa, se fortalecendo e causando resistência ao tempo de uso dos antiretrovirais.

Definições:
"Os técnicos explicam que a resistência do vírus HIV a alguns medicamentos é um fenômeno esperado, devido ao alto poder de mutação do microorganismo.
Vírus em Mutação
O vírus HIV tem uma elevada taxa de mutação. Por dia, cerca de 10 bilhões de partículas virais são produzidas em cada paciente infectado. Todas essas partículas têm pelo menos uma mutação em seu código genético. (Fonte: site http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?D=4062&ReturnCatID=59)

Associando tais questões a relação da minha conHIVivência é que fiz a escolha do titulo do blog.. rsrs
Pois desde que descobri ser portador, parece que tbm me tornei um SER mutante aos olhos da sociedade.

(Deixo claro: ADMIRO os que assumem sua condição perante uma sociedade preconceituosa e que lidam melhor com tais situações descritas logo abaixo. Saindo do anonimato.. Eu, infelizmente, não acumulei , ainda, forças necessárias pra tal ato de coragem.)

Diversas situações do cotidiano soro+ faz com que me sinta um MUTANTE.

Tomar escondido os remédios quando na companhia de outras pessoas. Ou ainda, tirar sempre o rótulo dos mesmos e armazená-los sempre em local seguro pra que nenhum curioso(a) encontre e faça deduções. Certo dia jantava na casa de um amigo que não sabe que tenho, ele me viu tomando os remédios e indagou: aff, amigo tá tomando remédio de que/pra que?
Daí na hora disse que tava com inflamação na garganta. rsrs
 (Já li depoimento de pessoas q diziam ser complementos vitamicos.. ou ainda uma criança que pediu q a mãe dividisse as "balinhas" com ela). Ou qdo viajando em grupos de amigos, levando na mochila e tomando sempre um cuidado extremos pra que não ficassem expostos ou levantasse suspeitas.

Idas ao médico/laboratório/buscar medicação: outro fator que tô aprendendo a lidar. Principalmente para quem, assim como eu, faz o tratamento pelo SUS. Sempre naquele receio de encontrar lá, aquela "criatura" que não vai mto com sua cara e só por maldade a mesma começar uma publicidade (+) sobre vc..rs
Sem contar as desculpas ao trabalho e aos colegas de trabalho que por serem mais próximos sempre sentem-sem no direito de perguntar: Vai ao médico pq?
E ainda, o jogo de cintura pra conciliar as consultas, exames, idas a farmácia tendo sempre que inventar justificativas.

 A sociedade em geral vê o soropositivo como um ser marginalizado/impuro. Apontando, julgando e condenando. Rejeitam a idéia de convivência por medo e até por falta de informação.

Forçando-nos a "sobre"viver no anonimato, em constante ameaça de sermos "descobertos" e excluídos por sermos de condições sorológicas diferentes. Já vi até pessoas ligadas a igrejas, dizendo que eramos "portadores da morte".

Até concordo que ninguém contraí o HIV/AIDS rezando, mais já carregamos dilemas demais pelas situações de risco ao qual nos expusemos e por vez já fomos vitimados.

Doenças como câncer, leucemia, enfisema e outras traz a SOLIDARIEDADE das pessoas, enquanto a AIDS ceifa tbm milhares de vida e há que até se afaste de um parente,amigo,parceiro, não prestando a mesma solidariedade antes praticada as demais doenças.

MUTANTE "h" pq além da mutação interna, esse vírus tem poder ainda de nos tornar tbm mutantes ameaçados pelo preconceito e rejeição. Escondidos...Silenciosos e Anônimos....

Nenhum comentário:

Postar um comentário