quarta-feira, 20 de julho de 2011

Iniciando o tratamento...


Janeiro de 2008.
Graças a internet, comecei a buscar informações das mais diversas sobre HIV/AIDS, lia sobre tudo que estivesse relacionado. Consegui o endereço e telefone do Hospital da minha cidade onde tratavam pacientes e fiquei uns três dias ensaiando aquela ligação.
Eu sentia muita vergonha e um sentimento de culpa que me impediam de compartilhar aquilo até mesmo com o pessoal da área da saúde.

Eu não tinha plano de saúde, e isso me causava mais medo ainda, uma vez que via com frequencia a saga das pessoas nas longas filas de postos e demora de meses pra conseguir um atendimento. Eu, estava com despesas altas, morando sozinho, não tinha grana pra assumir um bom plano, até pq quando pesquisei constatei o valor bem alto aos que oferecem cobertura total ao tratamento.

Liguei no Centro de Atendimento, minha voz parecia não sair. Relatei a atendente minha situação e fui orientado a procurar o centro, falar com uma psicologa e agendar a consulta médica inicial. Marcada minha primeira consulta, realizei uma série de exames, incluindo o de carga viral e cd4.
Dai 30 dia depois fui ao retorno e os exames de carga viral apontaram que já seria necessário começar com a medicação, pois estava com CD4 230 e carga viral relativamente alta.

A combinação escolhida pela médica foi Biovir e Efavirenz. Eu já havia lido muito sobre os temidos efeitos colatareis e torcia que não os sentisse de forma tão agressiva.
No 1 mês de uso senti enjoos e nauseas, corria para o banheiro e não conseguia vomitar. A noite ao tomar o Efz parecia que estava drogadão... rs
Dai ao final desse mês tive um susto pois precisei ser internado por um principio de pneumonia (na minha mente eu já concluia, pronto: ja era). Mas graças a Dra. Anjo que me acompanhou nesse primeiro momento ela foi rapida precisa e fiquei apenas 3 dias internado e 2 semanas comparecendo ao posto apenas para aplicação de uma medicação intravenosa. (fora as chatices das picadinhas no braço desses 10 dias, no mais eu começava a me sentir bem e fortalecido).

Segundo a médica aquela era uma reação comum, uma vez que a medicação estava enfrentando o vírus e no primeiro contato o reativou para na sequência começar o efeito esperado.
Graças a Deus, a Dra.Anjo e aos remédios já a partir do 2 mês eu não sentia os tais efeitos colaterais. A não ser pelo Efavirenz que até hj me faz "viajar" em sonhos tri-loucos e surreais. Sonhos esses que vão desde tramas mirabolantes a narrativas que se eu aproveitasse dariam uns filmes surrealistas.. rsrsrs.

No mais, já na realização do quarto exame de carga viral e CD4 eu já alcançava o status de "indectavel" e CD4 oscilando entre 300 a 372. Não tive desde então nenhuma doença oportunista.

E passado 03 anos a convivência com o vírus ta sob controle. Apenas as questões emocionais que vez por outra dão o "ar da graça", mas nada como um dia após o outro pra se revitalizar e equilibrar essa relação por vsz conturbada, mas que existirá até uma possivel Cura.

Entendo que nossa mente passa a ser nossa aliada nesse processo e esse novo olhar sob a vida é extremamente importante já que estaremos em constante redescobertas de nós mesmos.

2 comentários:

  1. Primeiramente queria parabenizar pelo excelente blog e lindo por sinal (acho que ta na hora de eu mudar a escuridão do meu). Você é o mutante que comentou no meu blog algumas vezes? Acho que sim pois a forma como se expressa é bem parecida. Se for... vc é um cachorro! Como cria um blog maravilhoso como esse e não avisa? Se não saiba que virei seu fã de qq jeito e já to te seguindo. Assim como vc também tive vontade que meu avião caisse em maio. Felizmente não aconteceu. Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá moço...seja bem vindo.. Sim, sou o seu fiel mutante que tens acompanhado seus posts.. Nos encontrando em nossos dilemas.rsrs
    E, saiba que a idéia era antiga, textos guardados e graças a vc senti um estimulo de divulgar tbm meus relatos..Assim nos tornamos menos "mutantes" pois percebemos que n estamos sozinhos em nossos devaneios..incertezas..
    Abçs e sempre te acompanhando !

    ResponderExcluir